Kia EV6 por aqui ainda demora. E Bongo EV também está na fila.

Melhor expectativa para o lançamento do EV6 no Brasil é fim de 2023

Único EV6 do Brasil exposto em Araxá, MG

José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors do Brasil, jogou durante o lançamento do novo Sportage MHEV em Araxá, MG, um balde de água fria — ou gelada — nos entusiastas de carros elétricos que esperavam ver em breve o EV6, modelo 100% elétrico da marca de origem coreana, circulando pelas ruas do Brasil.

O executivo avisou que o lançamento do modelo no País está programado, na melhor das hipóteses, para o fim de 2023 — ou seja, praticamente daqui um ano e meio. E pode até ocorrer, sim, de ficar somente para 2024. Mas ele garantiu que o quadro não é por decisão sua: “Não há produção na Coréia disponível para nós agora. A demanda pelo EV6 nos Estados Unidos e na Europa está alta, e esses mercados são a prioridade da matriz.”

Segundo dados publicados pelo site InsideEVs até junho desse ano o EV6 já vendeu mais de 12,5 mil unidades nos Estados Unidos, sendo que foi lançado por lá em fevereiro. A previsão é que o total comercializado nos Estados Unidos do EV6 apenas neste 2022 varie de 25 mil a 30 mil unidades. Por lá ele é oferecido em seis versões, com preços que variam de US$ 35 mil a US$ 52 mil.

E na Europa, de acordo com o CarSalesBase, as vendas do EV6 em 2021 chegaram a quase 8 mil unidades (lançado em setembro). Em 2022 a média está próxima de 2,5 mil unidades ao mês, ou seja, o ano deve terminar por lá com algo como 30 mil ou mais EV6 vendidos.

Isso sem contar as vendas do modelo na própria Coréia do Sul, onde há grandes incentivos para compra de elétricos. A média mensal do EV6 por lá também tem ficado em torno de 2,5 mil unidades/mês. Como a Kia só consegue produzir cerca de 8 mil unidades do EV6 por mês ao todo, praticamente não sobra nada para outros mercados. Em maio, por exemplo, de todas as unidades produzidas afora Coréia, EUA e Europa só sobraram 138 para o Canadá e mais 100 para todos os outros mercados globais.

Com esse quadro existe a possibilidade de que o primeiro Kia 100% elétrico a aportar no mercado nacional seja um comercial leve, e não um automóvel ou SUV. Gandini está de olho no Bongo EV, versão elétrica do conhecido caminhão leve a diesel que já é vendido no Brasil há muito tempo, atualmente em ritmo de 250 unidades/mês trazidas da unidade fabril da Kia no Uruguai, em parceria com a Nordex.

“É um modelo que por enquanto não está disponível para exportação a partir da Coréia, mas assim que estiver queremos trazer para o Brasil”, avisa Gandini. Ele está, naturalmente, ansioso para oferecer o Bongo EV no mercado de frotas corporativas: muitas empresas têm adquirido veículos comerciais elétricos para, entre outros, atender metas de ESG. “É um mercado com bastante potencial”, confirma o executivo.

Kia Bongo EV

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s