Stellantis quer converter seus comerciais leves usados para elétricos

Montadora assinou na Europa um acordo com empresa especializada

Não estranhe se em breve houver rodando por aí veículos comerciais leves usados cujo motor a combustão (provavelmente diesel) foi retirado e em seu lugar existir um conjunto de motor elétrico e baterias novinho em folha. E, para completar, esse serviço tem a garantia total da própria montadora. Parece impossível ou utópico? Bem, não — ao menos a partir de agora.

Isso porque a Stellantis — montadora que congrega marcas como Fiat, Jeep, Peugeot, Citroën e RAM — anunciou nesta sexta-feira (2/12) a assinatura de uma parceria estratégica com a empresa Qinomic para desenvolver uma solução padrão de retrofit para esse tipo de veículo. Ou seja: pegar comerciais leves já rodados, com motor a combustão, e transformá-los em veículos elétricos novos.

Segundo comunicado da própria Stellantis, “a solução de retrofit visa prolongar a vida útil e o uso do veículo, garantindo sustentabilidade e acessibilidade ao mesmo tempo” — uma observação certamente inesperada para uma empresa cujo principal negócio, até bem pouco tempo, era justamente vender veículos 0 KM (inclusive comerciais leves).

A fabricante ainda afirma, pasme, que “o retrofit elétrico é uma solução sustentável e acessível para clientes que desejam mudar para emissões zero e reduzir o custo total de propriedade, mantendo seus veículos”.

Alison Jones, vice-presidente sênior da Stellantis para a unidade de negócios de economia circular, disse estar “muito feliz que a Stellantis esteja trabalhando com a Qinomic no desenvolvimento desta tecnologia de retrofit. Essa inovação oferece aos clientes profissionais a opção de converter suas vans atuais em elétricas, prolongar a vida útil de seus veículos e atender aos requisitos legislativos e de mobilidade”. Parece até piada de primeiro de abril, mas não é.

A montadora também disse no comunicado que o acordo visa “garantir que a qualidade e as especificações OEM [dos veículos convertidos] sejam mantidas, como segurança, durabilidade e homologação”.

Xavier Peugeot, vice-presidente sênior da Stellantis para a unidade de negócios de veículos comerciais, complementou dizendo que “a tecnologia de retrofit reforçará a liderança da Stellantis em soluções de mobilidade com emissão zero para clientes profissionais, complementando nossa linha completa de furgões eletrificados”.

A previsão é que em 2023 sejam realizados testes e demonstrações dos veículos convertidos, para iniciar oficialmente a comercialização do serviço a partir de 2024, primeiramente na França e depois em outros países da Europa.

Para Eric Laforge, VP da Stellantis para comerciais leves na Europa, “em um mercado impulsionado pela demanda de last mile as restrições de acesso às cidades em breve exigirão que os proprietários comerciais leves procurem uma solução para converter seus veículos para emissão zero. Uma tecnologia de retrofit como essa permitirá que a Stellantis dê suporte a essa tendência”.

É o sinal dos tempos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s