Jac IEV1200T é o caminhão elétrico mais vendido do ano; Kangoo, o comercial leve

Ambos acumulam boa diferença para os rivais até este fim de dezembro

O Jac IEV1200T já pode ser declarado o caminhão elétrico mais vendido do Brasil em 2022. E, da mesma forma, o Renault Kangoo ZE já pode levar para casa o troféu de comercial leve elétrico mais vendido do país neste ano.

De acordo com dados obtidos com exclusividade pelo Use Elétrico por meio de sua parceria com o consultor Marcelo Cavalcante (consultores.cavalcante@gmail.com), com base no Renavam, pode-se notar que até o último dia 20/12 ambos já acumulam distância mais do que suficiente para os rivais, de forma que não serão alcançados mais neste ano e, assim, já podem comemorar vitória com alguns dias de antecedência.

Segundo os números, o Jac IEV1200T Plus (PBT de 8,5 toneladas e capacidade de carga líquida de 4,98 toneladas) registrou até anteontem 317 emplacamentos no acumulado do ano. E em segundo lugar está seu irmão Jac IEV1200T (PBT de 7,5 Toneladas e capacidade de carga líquida de 4 toneladas), com 162 unidades licenciadas. Somando os dois são 479 unidades, em uma verdadeira lavada do caminhão chinês no mercado.

Na terceira posição ficou o nacional VWCO e-Delivery 14T, com 137 emplacamentos. Seu irmão, o e-Delivery 11T, fez 11 licenciamentos ao longo do ano, em quinto lugar, representando uma soma total do e-Delivey de 148 unidades, resultado insuficiente para alterar sua posição no último degrau do pódio.

Em quarto lugar ficou outro modelo da Jac, o IEV350T (PBT de 3,7 toneladas e capacidade de carga para 1,7 tonelada), que já não é mais comercializado pela empresa no país, com 35 unidades emplacadas.

Com isso a Jac fecha o ano disparada como a montadora que mais vendeu caminhões elétricos no Brasil neste ano, com 514 unidades ante 148 da Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Kangoo ZE

O Kangoo ZE teve 400 unidades emplacadas de uma única vez no mês de junho — em todos os demais meses do ano seu total ficou zerado. Apesar disso, e também mesmo sendo um veículo disponível para venda apenas a frotas corporativas, o Renault já se sagrou o comercial leve elétrico mais vendido do Brasil em 2022.

O modelo foi, de certa forma, ajudado por uma disputa interna da concorrência: o Citroën ë-Jumpy ficou em segundo lugar, com 243 unidades licenciadas ao longo do ano até o último dia 20, enquanto seu irmão gêmeo Peugeot e-Expert ficou em terceiro. com 208. Ainda que comercialmente sejam modelos diferentes, na prática são exatamente o mesmo veículo, com mudança apenas nos emblemas e na denominação. Juntos fariam mais que o Kangoo ZE, com 451 unidades, mas estatisticamente esse resultado não vale. De qualquer forma representa uma vitória para a Stellantis como a montadora com maior volume de vendas de comerciais leves elétricos no Brasil neste ano (ela detém as marcas Citroën e Peugeot).

Em quarto lugar ficou o BYD T3, com decepcionantes 37 emplacamentos. Na sequência estão o Jac IEV750, com 23 unidades, e a e-Transit, com cinco (todas emplacadas para demonstração, vez que o modelo só começa a ser vendido oficialmente por aqui no ano que vem).

A direção do Use Elétrico agradece novamente ao consultor Marcelo Cavalcante pelo fornecimento dos dados que tornaram possível a produção desta reportagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s