Carros elétricos estão deixando as ruas mais coloridas, aponta Basf

No mercado chinês cores mais alegres bateram recorde entre os EVs

Além de todos os benefícios ambientais e de dirigibilidade já conhecidos dos carros elétricos, uma nova característica deste tipo de veículo está começando a surgir: eles estão deixando as ruas mais coloridas, aponta estudo global da Basf (fabricante de tintas automotivas) divulgado nesta quarta-feira, 18.

Na China, maior mercado mundial para carros elétricos, cores como azul, verde, violeta, vermelho, amarelo e laranja já conquistaram 25% dos compradores de EVs no ano passado, índice recorde – ainda que branco, preto, prata e cinza juntos representem 75%. A média mundial desses quatro tons, entretanto, foi de 81%, sendo o branco a cor predileta (39%).

Como vários carros elétricos vendidos no Brasil são importados da China, esse fenômeno acaba, ainda que lentamente, a despontar também por aqui.

Segundo o estudo da Basf a conclusão está “insinuando uma nova era na indústria automotiva, e a mudança de valores e hábitos dos compradores de automóveis”. A empresa observa que “embora os números totais não sejam grandes, marrom, verde e violeta são todos consistentes na popularidade das cores. Vai demorar muito tempo até que eles desafiem o branco para os mais populares, mas por enquanto eles contribuem para uma tremenda diversidade de cores na região Ásia-Pacífico, algo especialmente concreto entre os veículos pequenos e os EVs, que estão sendo vendidos em uma gama mais ampla de cores”.

A Europa, outro mercado forte dos elétricos, “ficou muito mais colorida” segundo o estudo da Basf. O azul ainda tem uma liderança dominante entre as cores cromáticas (fora branco, preto e prata e suas variações) na região, mas tanto ele quanto o vermelho perderam participação no mercado para laranja, que começou a aparecer nas preferências dos compradores de automóveis, assim como amarelo, marrom e verde, que ganharam alguns pontos porcentuais.

Mark Gutjahr, chefe da Automotive Color Design Europa, disse que “o branco e o preto aumentaram este ano, mas o que predomina é a diversidade nas cores cromáticas. Ao adicionar amarelo, laranja, marrom e verde à participação de mercado, você pode ver mais matizes e diversidade, refletindo uma paleta de cores mais matizada e uma profundidade e amplitude de cor que se desenvolveu no último ano ou dois”.

A América do Norte, atesta a Basf, “está mais colorida do que antes, pois verde, amarelo, violeta e bege aparecem com mais frequência”.

Já na América do Sul “historicamente os compradores de automóveis escolhem cores mais tradicionais e menos chamativas. Como em outras regiões do globo, o branco é de longe o favorito, e o cinza ganha do preto na participação de mercado para as cores acromáticas”, explica a companhia.

Para as cores cromáticas, o vermelho e o azul ficaram estáveis em 2022 na comparação com anos anteriores, enquanto o marrom ganhou certo espaço do mercado. Essas cores foram escolhidas principalmente para veículos menores. Os carros maiores e SUVs representaram uma maior proporção de cores acromáticas, incluindo efeitos novos e variados.

Marcos Fernandes, Diretor de Tintas Automotivas da BASF para a América do Sul, acrescenta que “a América do Sul ainda é uma região conservadora. Comprar um veículo aqui significa que você pode não ter a mesma variedade de cores, mas dentro de cada espaço de cor há alguns efeitos realmente empolgantes e diferentes”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s